Gás Natural canalizado chega a 23 bairros

O incentivo para uso cada vez maior do gás na vida dos brasileiros e as ações da Sergas estão possibilitando a consolidação do produto no mercado. Em Sergipe, operam com gás 261 estabelecimentos comerciais, nove estabelecimentos com geração de energia em horário de ponta, 32 postos de combustível com GNV, um cliente de gás natural comprimido (interiorização – Empresa Metagás em Carmópolis), 30.399 clientes residenciais/condomínio e 47 indústrias, sendo 28 do PSDI.  A meta do engenheiro Valmor Barbosa à frente da Sergas é elevar todos esses números.

A companhia vive um momento de ampliação dos serviços e conquista de mercados. Os principais objetivos de Valmor na presidência da companhia será a modicidade tarifária do gás e a interiorização.

A Sergas é a empresa concessionária responsável pelo serviço de distribuição de gás natural canalizado no Estado de Sergipe. Entre as etapas de execução deste serviço estão:

  1. a)A aquisição do gás natural do seu fornecedor (Petrobras);
  2. b)A construção e operação de uma rede de distribuição de gás natural canalizado (gasoduto);
  3. c)A manutenção e segurança da rede de distribuição, incluindo o processo de odoração (a inclusão de odor) do gás natural;
  4. d)Comercialização, medição e distribuição do gás natural aos consumidores.

A Sergas desenvolve um papel similar ao de outras empresas concessionárias no Estado, como a Energisa, investindo em uma infraestrutura de distribuição para atender às demandas atuais e futuras de gás natural no Estado. Os atuais 240km de rede de distribuição de gás natural da Sergas atende a 30.749 clientes, entre grandes indústrias, hospitais, condomínios residenciais, estabelecimentos comerciais e postos de combustível (GNV). A rede de gasoduto da Sergas está em constante expansão.

O gás natural canalizado é um combustível distribuído através de gasodutos diretamente a indústrias, residências postos de combustível e demais consumidores; o gás natural compete direta ou indiretamente com outros combustíveis e soluções energéticas como o GLP (gás de cozinha), gasolina, óleo combustível, energia elétrica, biomassa, etc. Atualmente, no Estado de Sergipe 47 indústrias são atendidas pela Sergas.

A Sergas atende hoje em torno de 23 bairros nos municípios de Aracaju e São Cristóvão, sendo eles 13 de Julho, 18 do forte, Aeroporto, Aruana, Atalaia, Atalaia Velha, Centro, Cirurgia, Coroa do Meio, Farolândia, Garcia, Grageru, Inácio Barbosa, Jabotiana, Jardins, Luzia, Mosqueiro, Pereira Lobo, Ponto Novo, Povoado Várzea Grande, Salgado Filho, São José e Suissa.

Ao todo, a Sergas está presente em sete municípios com diversos tipos de atendimentos e segmentos variados, preponderando ações no segmento industrial. São eles: Aracaju, Socorro, São Cristóvão, Carmópolis, Rosário do Catete, Itaporanga D’Ajuda e Estância.

A média acumulada até o final de outubro é em torno de 250 mil m³/dia. O gás natural que abastece Sergipe vem por meio do gasoduto de transporte, operado pela Petrobras e o gás que circula no gasoduto tem origem nos estados do Rio de Janeiro (Macaé), Espírito Santo (Anchieta e Linhares), Bahia (Santiago e GNL) e Aracaju (Tercamo).

Fonte: Jornal da Cidade