Pensando no processo de interiorização do Gás Natural para veículos, demanda do governo do estado para fomentar o desenvolvimento econômico nos municípios, a Sergas tomou a iniciativa de desenvolver estudos de composição de preços, o que permitiu a redução de R$0,31, no preço final do Gás Natural Comprimido (GNC).

Após redução no preço do GNV, Sergás diminui tarifa do GNC

Pensando no processo de interiorização do Gás Natural para veículos, demanda do governo do estado para fomentar o desenvolvimento econômico nos municípios, a Sergas tomou a iniciativa de desenvolver estudos de composição de preços, o que permitiu a redução de R$0,31, no preço final do Gás Natural Comprimido (GNC). O trabalho realizado junto a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) torna-se de grande relevância por gerar competitividade, novas conversões e, consequentemente, um incremento no volume comercializado no interior do estado.

O preço praticado anteriormente era de R$2,3391 e após esses estudos com o objetivo de redução de itens que compõe a tarifa proposta pela Sergas e aprovada pela Sefaz, houve uma redução onde  passou para R$2,0291, uma redução equivalente à 13,25% do valor anterior. A nova alíquota é válida desde o dia 01 de março.

Para o presidente da Sergas Valmor Barbosa esse objetivo só foi alcançado, graças a sensibilidade do Governo quanto a necessidade de interiorização e modicidade tarifária do gás natural, com foco na expansão do mercado do gás natural em todo o estado. “A Sefaz concordou com os estudos na metodologia do cálculo do ICMS/substituto, o que  possibilitou a redução da tarifa, fazendo cumprir a determinação do governador em levar o gás natural ao interior do estado de forma competitiva. Neste momento se vive grande euforia por parte dos empresários do segmento que revendem o GNC e dos proprietários de veículos que trabalham percorrendo grandes distâncias no interior do estado, afinal, essa mudança proporciona benefícios a todos, além de gerar o aumento no consumo de um combustível limpo”, explica Valmor.

O presidente do Núcleo de Desenvolvimento Econômico e Social de Sergipe, Joaquim Ferreira, aponta que esta atitude da Sergas em rever a metodologia dos cálculos da tarifa, deixa todo segmento  extremamente satisfeito. “A Sergas mostrou muita sensibilidade com a questão da interiorização e tomou uma atitude até além da nossa expectativa, com a redução da tarifa. O esforço demonstrou a sensibilidade com relação à questão da interiorização”, completa.

Joaquim Ferreira observa ainda que esta é uma contribuição extremamente importante no processo de interiorização. “Para chegar até o interior, a operação é realizada pelo modal rodoviário, tornando-a mais complexa e cara, com esta mudança o segmento se sente contemplado”, finaliza Joaquim.